Buscar
  • Marcelo Vanderlinde

Pronto para encarar o Leão?

Atualizado: 22 de Fev de 2019


Quem entrega a declaração do Imposto de Renda primeiro também recebe na frente dos outros, se tudo estiver certo e depois das prioridades legais, como idosos. A declaração de IR 2019 poderá ser entregue a partir de 7 de março, mas já dá para juntar e organizar a papelada. Assim, fica pronto para apresentar a declaração já no começo de março. Além de se livrar da obrigação, outra vantagem de preparar a declaração logo é que, se por acaso você notar que está faltando algum documento, terá mais tempo para resolver a pendência antes de terminar o prazo para entrega, no fim de abril. Aqui vão algumas dicas importantes, pois a cada ano a Receita Federal aprimora o cruzamento de dados entre as diversas obrigações acessórias que os contribuintes, tanto pessoas físicas como jurídicas, precisam preencher.


PROVIDENCIE O CPF DE TODOS QUE ESTÃO NA DECLARAÇÃO

Todos os dependentes terão de apresentar CPF, inclusive recém-nascidos. Em 2018, a exigência era só para maiores de 8 anos. Agora é para todo mundo. Se os seus dependentes ainda não têm CPF, você pode solicitar o documento nas agências do Banco do Brasil, da Caixa ou dos Correios, ao custo de R$ 7,00. É preciso levar os documentos do menor (RG ou certidão de nascimento) e de um dos pais ou do responsável legal.


ORGANIZE OS COMPROVANTES DE DESPESAS COM SAÚDE


A Receita Federal costuma ser rigorosa na fiscalização das despesas com saúde, já que os valores gastos feitos por você, seu cônjuge e seus dependentes podem ser deduzidos integralmente do IR. Eventuais divergências de dados podem levar a declaração para a malha fina.


Os recibos e notas fiscais devem trazer o nome completo do prestador, com CPF ou CNPJ, endereço, serviço prestado, valor pago, além do seu nome completo e CPF. Caso a despesa tenha sido feita por seu cônjuge ou dependente, o nome e o CPF deles devem aparecer no documento.


PEÇA O COMPROVANTE DE RENDIMENTOS NO RH DA SUA EMPRESA


As empresas têm de entregar até 28 de fevereiro aos seus empregados o comprovante de rendimentos de 2018.


Aposentados e pensionistas do INSS devem buscar o comprovante no site da Previdência. O documento com os valores recebidos em 2018 deverá estar disponível no fim de fevereiro.


PEGUE O INFORME DE RENDIMENTOS NO SITE DO BANCO Os bancos também são obrigados a apresentar, até o dia 28 de fevereiro, o informe de rendimentos de seus clientes. Muitas instituições não enviam mais o documento pelo correio. Você pode obter uma versão digital no site do seu banco e depois imprimi-la.


O informe traz os saldos de contas correntes, poupanças, fundos e outras aplicações nos dias 31/12/2017 e 31/12/2018, além dos ganhos obtidos com os investimentos ao longo do ano passado.


Se você tem conta em mais de um banco, é preciso pegar os informes de todos eles.


O mesmo vale para quem tem investimentos em CDBs, no Tesouro Direto ou em ações. Peça o documento no banco ou corretora onde você fez a compra dos papéis.


Quem possui plano de previdência privada (PGBL ou VGBL) ou participa de algum fundo de pensão também deve solicitar o comprovante dos valores pagos ou recebidos no ano passado à instituição que administra o plano ou fundo.


PROCURE OS DOCUMENTOS DE COMPRA OU VENDA DE CARROS E IMÓVEIS Se você vendeu, comprou ou financiou algum bem em 2018, como um imóvel, carro ou moto, vai precisar informar os detalhes da transação na declaração do IR. Por isso procure o recibo, nota fiscal, contrato de financiamento, ou escritura.


Anote as informações principais, como nome e CPF ou CNPJ de quem você comprou ou vendeu o bem, se o negócio foi pago à vista, a prazo ou financiado. No caso de financiamento, anote também o nome do banco, número do contrato, o montante financiado, número e valor das prestações, além do valor de entrada.


Fonte: UOL.


#flexycontábil #itapema #impostoderenda #contabilidade #receitafederal #irpf2019 #leão

10 visualizações

© Declaração de Ajuste Anual do IRPF 2020 por Flexy Contábil, contabilidade para profissionais liberais, prestadores de serviços e suas empresas.